Medrar | Foto por Fran Rockita
Medrar | Foto por Fran Rockita

A banda sorocabana Medrar lançou recentemente o EP Luzia, que conta com duas faixas: “Alarde” e “Luzia”. O registro foi gravado no Teatro Sesc Sorocaba e produzido por Guilherme Kastrup, que entre outros feitos assina a produção do consagrado A Mulher do Fim do Mundo, de Elza Soares.

Formada em 2013, em Sorocaba-SP, a Medrar conta atualmente com Mya Machado (voz/guitarra), Ari Holtz (baixo), Zé Aquiles (bateria) e Rafael Ferraz (guitarra). O grupo aposta em uma sonoridade experimental, com influências de rock alternativo e música brasileira. As referências vão de Gal Costa a John Frusciante, passando por Patti Smith, Jair Naves, La Carne e Juçara Marçal.

A banda tem como uma das principais características performances viscerais e a estrutura não linear de suas músicas. Luzia ganhou vida através do Projeto Demorô, realizado pelo Sesc Sorocaba. Na ocasião, Guilherme Kastrup selecionou duas bandas que se inscreveram no projeto para serem produzidas por ele, sendo a Medrar uma das escolhidas.

O EP está disponível também em formato físico junto a um belo poster da artista Ella Vieira, que assina a arte do registro.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here